Consulta diaria


Primeira leitura: Dn 13,1-9.15-17.19-30.33-62: 
Estou condenada a morrer, quando nada fiz.
Salmo: Sl 22, 1-3a. 3b-4. 5. 6 (R. 4a): 
Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei, estais comigo.
Evangelio: Jo 8,12-20: 
'Eu sou a luz do mundo'.

 

 

Naquele tempo: Disse Jesus aos fariseus: 'Eu sou a luz do mundo. Quem me segue, não andará nas trevas, mas terá a luz da vida.' Então os fariseus disseram: 'O teu testemunho não vale, porque estás dando testemunho de ti mesmo.' Jesus respondeu: 'Ainda que eu dê testemunho de mim mesmo, o meu testemunho é válido, porque sei de onde venho e para onde vou. Mas vós não sabeis donde venho, nem para onde vou. Vós julgais segundo a carne, eu não julgo ninguém, e se eu julgo, o meu julgamento é verdadeiro, porque não estou só, mas comigo está o Pai, que me enviou. Na vossa Lei está escrito que o testemunho de duas pessoas é verdadeiro. Ora, eu dou testemunho de mim mesmo e também o Pai, que me enviou, dá testemunho de mim.' Perguntaram então: 'Onde está o teu Pai?' Jesus respondeu: 'Vós não conheceis nem a mim, nem o meu Pai. Se me conhecêsseis, conheceríeis também o meu Pai.' Jesus disse estas coisas, enquanto estava ensinando no Templo, perto da sala do tesouro. E ninguém o prendeu, porque a hora dele ainda não havia chegado.

Comentário

João apresenta Jesus como a luz do mundo. Mas o que significa isto? Para a comunidade do quarto Evangelho, o mundo em sua totalidade jazia nas trevas por causa do pecado, da injustiça, da violência provocada pelo egoísmo pessoal e das instituições. Nem sequer a Lei antiga, -por mais sagrada que fosse- nem as mais lindas tradições centenárias haviam conseguido a iluminação das pessoas. Tudo o que haviam feito ao longo da vida e o que foram criando até então havia gerado trevas. É então quando a experiência de vida e de fé que Jesus oferece relativiza todas as tradições e práticas mais antigas do povo. Somente a adesão à pessoa de Jesus, o seguimento de sua pessoa e o prosseguimento de sua causa é possibilitará a plena iluminação. Cada crente é convidado a aceitar e acolher Jesus como a Luz verdadeira. Porém o compromisso deve ser maior: quem aceita a Jesus como luz está chamado a ser luz e a irradiá-la ao mundo. Esta é uma tarefa que não pode esperar!

Santo do Dia
S. Dionísio
séc. II ? Bispo ? \"Dionísio? significa \"pertencente a Dionísio?, divindade cultuada na Grécia Antiga

Dionísio foi bispo de Corin to, em 170. Escreveu várias cartas pastorais que nos dão notícias da Igreja daquela época. Essas cartas falam da solidariedade que os cristãos de Roma anifestavam para com os irmãos necessitados do Oriente, ajudando-os com toda sorte de socorros. Assim conseguiam aliviar a indigência de muita gente e, em especial, dos irmãos de fé condenados às minas, fornecendo-lhes o necessário.

Em carta ao papa Sotero, S. Dionísio afirma:Sois, ó romanos, a providência de todos os indigentes, por tradição que vem dos vossos primeiros pais, e que presentemente o vosso bem-aventurado bispo Sotero não só mantém mais viva, fornecendo amplamente recursos aos santos e socorrendo os que chegam aí de longe, com dinheiro e com santas exortações de sábio e carinhoso pai. Tal era o respeito que devotava ao Bispo de Roma que ele fazia ler publicamente nas igrejas, aos domingos, as cartas pontifícias.